Greve dos Servidores dos Correios - MATERIAL INFORMATIVO REESTRUTURAÇÃO DO PBI - Fundação BanrisulImprimir Imprimir


     Em greve, servidores dos Correios se reúnem em agências de Porto Alegre
     
      ________________________
     
      FUNDAÇÃO BANRISUL: Fundação Banrisul salienta que em função do ocorrido, poderá haver relativo atraso na entrega dos kits encaminhados para participantes e assistidos. Contudo, enfatiza não ser ser este o obstáculo haja vista que TODOS OS MATERIAIS INFORMATIVOS encontram-se disponíveis, eletronicamente, através dos seguintes endereços http://intrafb (Acesso interno Banrisul) e http://hotsite.fbss.org.br (hotsite Fundação/acesso geral).
     
      Em caso de dúvida, o participante deve contatar 0800 648 9773, e-mail: fbatende@fbss.org.br ou comparecer na Central de Atendimentos FBATENDE, das 08h às 17h, de segunda à sexta-feira (sem fechar ao meio-dia). Edição: FBSS/SCOM
      _______________________
     
     
      Em greve desde o início da manhã desta quinta-feira (30), os funcionários dos correios no Rio Grande do Sul se reúnem em frente as agências da empresa em Porto Alegre. Com bandeiras do Sindicato dos Trabalhadores em Correios e Telégrafos, o grupo pede a manutenção dos benefícios do plano de saúde da categoria e a possibilidade de realizar as entregas de correspondências pela manhã, devido ao calor da tarde.
     
      Na sede da avenida Sertório, 10 pessoas aguardavam para irem juntas até a sede na Siqueira Campos, na área central da cidade. Uma caminhada está marcada para sair do local às 14h. De acordo com o sindicato, a greve tem prazo indeterminado. A decisão da paralisação foi divulgada na quarta-feira (29) após uma assembleia da categoria e vale para todo o estado, exceto Santa Maria e região.
     
      Em nota, a Empresa de Correios e Telégrafos (ECT) informou que está cumprindo o que foi acordado no Tribunal Superior do Trabalho (TST), em relação ao novo plano de saúde. "Todos os atuais benefícios estão garantidos, inclusive dependentes cadastrados, porcentagem de compartilhamento, sem cobrança de mensalidade, entre outros", diz um trecho da nota.
     
      A assessoria deimprensa dos Correios afirmou que a única mudança que houve foi a instituição de uma operadora para o plano de saúde. Ainda segundo os Correios, todos os meses há uma reunião com os representantes da categoria, para definir eventuais melhorias para os trabalhadores. A empresa considera que não há justificativa para as paralisações.
     
      Sobre o atendimento, a ECT informou que tem um plano de contingência preparado, para garantir a entrega de cartas e encomendas . Caso a paralisação se confirme, o atendimento nas agências também não deve ser afetado.
     
      A região de Santa Maria e a cidade de Bagé não aderiram à greve. As atividades continuam normais nesses locais.
     
      Fonte: G1 RS, com edição FUNDAÇÃO BANRISUL